“Não consigo mais!” – Esgotamento emocional

Sentir exaustão física e emocional é cada vez mais comum, sobretudo associado a maiores exigências e pressões do dia-a-dia, seja no trabalho ou na vida pessoal, onde o stresse pode assumir muitas vezes o controlo, e desencadear, assim, uma forte sensação de mal-estar. Quantas vezes já mencionou: “Sinto-me exausto”, “Não consigo mais”, “Não aguento mais”? Psicologicamente, o que significa isto?

O esgotamento emocional é um processo complexo e que deve ser tratado com seriedade. Ainda que possa ser silencioso, uma vez que começa de forma discreta, ele é caracterizado por um conjunto de sinais e causas, que identificadas podem prevenir um estado emocional mais severo, como depressão, e facilitar o processo de tratamento.

Sinais de esgotamento emocional:

– sono pouco reparador (já acorda cansado e este cansaço vai piorando durante o dia);

– cansaço fácil e persistente;

– instabilidade emocional, com oscilações de humor;

– dificuldades de concentração e/ou queixas de memória;

– cefaleias e/ou problemas gástricos;

– quebra de rendimento no trabalho;

– desmotivação;

– anedonia: perda de interesse em atividades prazerosas;

– isolamento social;

– tristeza e pensamentos negativos recorrentes e persistentes.

Principais causas do esgotamento emocional:

– excesso de responsabilidade;

– perfecionismo;

– dificuldade em gerir as emoções;

– necessidade de agradar a todos;

– necessidade de controlar tudo;

– exigência pessoal.

Sugestões para gerir e lidar melhor:

– aprenda a ouvir-se e promova a autocompaixão – conectar-se consigo mesmo cerca de 15 min por dia, não sendo tão severo ou critico;

– reconheça que tem limites e que não consegue chegar a todo lado;

– concentre-se mais nas coisas positivas e agradáveis do dia-a-dia;

– passe tempo com os seus familiares e amigos;

– durma bem;

– pratique exercício físico regularmente;

– faça coisas que gosta e torne isso uma prioridade;

– evite fazer tudo ao mesmo tempo – crie uma lista de prioridades e vá concluindo as tarefas;

– faça um esforço para expressar as emoções, positivas e negativas – importante para o autoconhecimento;

– faça as pazes com a sua autoestima;

– faça psicoterapia.

Os sintomas de um quadro de esgotamento emocional podem, igualmente, estar relacionados com outras dificuldades ou perturbações mentais, e por isso, procurar ajuda será sempre uma ferramenta importante.

A equipa da Psiquiatria Positiva pode ajudar!