Férias: descansar o corpo e a MENTE!

Quantas vezes já dissemos, “preciso de férias!”? As férias têm o potencial de quebrar o ciclo de stresse e de permitir regressar ao trabalho e enfrentar o mundo com a sensação de estarmos prontos e preparados. Gozar de um período de férias traz inúmeros benefícios ao nível físico, mental e emocional, e estes começam logo pela antecipação e preparação: pensar nas férias que já estão marcadas reduz o stresse e permite lidarmos com os desafios do nosso dia a dia de forma mais adaptativa.

Benefícios das férias:

• Redução de stresse: deixar as responsabilidades, obrigações e problemas em casa ou no trabalho. Durante o período de férias, deve ir para locais ou realizar atividades que goste e que permitam sentir-se confortável, tranquilo e relaxado;

• Diminuição da tensão arterial: reduzindo os níveis de stresse, a tensão arterial também irá baixar, diminuindo o risco de problemas cardíacos e diabetes;

• Aumento da atividade física: as férias podem ser uma oportunidade para ser mais ativo fisicamente e contrair o possível sedentarismo dos dias de trabalho;

• Melhoria da qualidade do sono: deixar os problemas em casa e aproveitar as férias permite à sua mente relaxar e ter uma pausa que permite melhorar os hábitos de sono;

• Melhoria da saúde emocional: fazer uma pausa do dia a dia acelerado permite uma melhoria do humor e, por conseguinte, da saúde mental;

• Melhoria da produtividade: estar fora do trabalho durante uns dias ou semanas ajuda a reiniciar a sua mente e permite que quando regresse consiga abordar as tarefas de forma diferente, através da maior facilidade em ter ideias novas e criativas. Ajuda também a enfrentar novos desafios e dificuldades no trabalho;

• Aumento da satisfação com a vida e da esperança média de vida.

Apesar dos benefícios descritos anteriormente, para muitas pessoas os períodos de férias geram stresse, ansiedade e sentimentos de solidão… Surge então a questão principal, como posso ter as férias de que preciso para o meu bem-estar?

• Expectativas: criar uma imagem irrealista das férias “perfeitas” pode ser um fator gerador de grande stresse. Deve ajustar as expectativas ao contexto e situação atual e evitar comparar as suas férias com as das outras pessoas.

• Largue o “tenho que fazer” ou “devo fazer”: se criar uma pressão exagerada, ficará facilmente sobrecarregado com todas as coisas que “deverá fazer” para que as férias sejam “perfeitas”, acabando por não desfrutar de momentos agradáveis. Pense noutros períodos de férias, nem tudo foi perfeito, pois não? Houve momentos e situações engraçadas e divertidas devido a imprevistos?

• Guarde espaço para as suas emoções: a ideia de que as férias são felizes e alegres o tempo todo não poderia ser mais falsa. Embora essas emoções possam ser mais comuns durante esses dias, as outras emoções também poderão estar presentes e está tudo bem!

• Estar aberto a novas experiências e tradições: não fique refém de tradições de anos anteriores que já são difíceis de manter e que podem já nem fazer tanto sentido no momento atual. Seja flexível e crie novas experiências e momentos!

• Quebre os ciclos viciosos da preocupação e da ansiedade: passeie, faça exercício físico e atividades relaxantes, mesmo que não vá para muito longe da sua casa.

Aproveite as férias para descansar o corpo e a mente!

Se sente que é difícil para si desfrutar das férias tranquilamente, procure ajuda para perceber como pode fazê-lo!